O espírito mal que está em VOCÊ ( ou get yourself together or fall apart)

Recomendo dar play no Hi, how are you antes de ler… Só pra ficar menos deprê (ou não)


Hoje um cara se sentiu no direito de tentar cuspir em mim já que eu sou essa aberração horrorosa que ousa andar na rua.

Por pouco eu desviei, mas ele foi rápido e já gritou algo do tipo “o espírito mal que está em você… blablabla satanás”. Não faz diferença o que ele disse exatamente e sim o que isso significava: que ele podia cuspir em mim.

Sabe, nem se eu tivesse jogado pedra na cruz eu acho que mereceria tomar uma cusparada. Será que ele tava tentando me curar com o cuspe santo de homemheteressexualbrancootário dele?

Na hora eu fiquei em choque e só o que consegui fazer foi ser uma lésbica maluca raivosa e gritar todos os palavrões (desses que nós feministas evitamos usar) que eu sabia e também roguei uma praga pra que ele fosse atropelado por um ônibus. Nessa hora tinha umas 20 pessoas no ponto de ônibus ali do lado e mais umas 20 andando apressadas pela rua, e obviamente ninguém fez nada, só olhou com uma cara assustada pra mim, a sapata loka.

Esse era o meu look aviltante destruidor de famílias brasileiras:

O escrotão até podia ter me acusado de ser uma hipster que nem sabe quem é o Daniel Johnston...Mas nããão... Vamo cuspir na sapatão que ela é boa de cuspir mesmo.

O escrotão até podia ter me acusado de ser uma hipster que nem sabe quem é o Daniel Johnston…Mas nããão… Vamo cuspir na sapatão que ela é boa de cuspir mesmo.

Olha depois desse lance de botar a foto com as cores do arco-iris eu acho que vou lançar a campanha seja aliadx de verdade e “CUSPA EM UM HOMOFÓBICO(pra ter apelo comercial, né…) ASQUEROSO”. Já tô até vendo, o episódio ficará conhecido como a Revolta da Saliva, ou Revolução da Baba. Talvez até alguns políticos aliados do movimento LGGGGBT passem a ser chamados de Bancada da Baba.

Enfim… hoje, quando sair na rua, cuspa em um homo/lesbo/transfóbico, racista, fascista, ou num Malafaia/Cunha.

(Viu, também sei incitar a violência)

PS: Apesar do post ser bem-humorado, já chorei bastante na rua a caminho do trabalho… O foda é que aposto que alguém vai me dizer pra desencanar porque eu sou melhor que isso, mas assim, vai se foder. Lógico que eu sou melhor que isso, mas eu me recuso a aceitar isso como normal. O que me deixa mais triste é que dentro mim eu acho isso uma coisa normal, a agressão do dia que ia acontecer de qualquer jeito e pelo menos não fui espancada. “Pelo menos não fui espancada” não é um pensamento que deveria ser normal… Fazer o que… Vou começar a cuspir nos asquerosos agora.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s